Administração dos dados de pesquisa no CNRS da França

Por Ernesto Spinak

Na era da Ciência Aberta, o gerenciamento de dados de pesquisa (RDM, research data management) é um importante desafio a ser considerado nas políticas nacionais de pesquisa, pois os resultados tendem a ser complexos, dinâmicos e difíceis de descrever, porém é necessário validar os resultados de pesquisa. Estes dados são de tipos variados e complexos pois – para citar alguns – podem ser sequências de genoma, dados socioeconômicos, imagens audiovisuais, bases estatísticas, aplicativos de software, etc. As novas estratégias da comunidade europeia para uma ciência aberta incluem (i) o acesso aberto, (ii) a cooperação na troca de dados e (iii) a gestão de dados sob os princípios da iniciativa FAIR (Findable, Accessible, Interoperable and Reusable): “(…) todos os objetos de pesquisa devem ser encontráveis, acessíveis, interoperáveis e reutilizáveis, tanto para máquinas quanto para pessoas”(1).

Continuar lendo Administração dos dados de pesquisa no CNRS da França

Anúncios

Sob Araújo, Itamaraty rebaixa áreas de ciência, tecnologia e ambiental

Foto: reprodução / Carta Capital

Carta Capital

Avançam as ofensivas do governo de Jair Bolsonaro à preservação do meio ambiente e dos acordos globais assumidos em torno do tema. O presidente publicou nesta quinta-feira (10) no Diário Oficial da União o decreto que transforma a Subsecretaria Geral de Meio Ambiente, Energia e Ciência e Tecnologia, do Ministério das Relações Exteriores, em um departamento de Energia, Recursos Minerais e Infraestrutura.

Continuar lendo Sob Araújo, Itamaraty rebaixa áreas de ciência, tecnologia e ambiental

E agora? Em defesa da Universidade Pública

por Fernando José Martins

Universidade implica em universalidade e isso tem significados tão plurais quanto o próprio conceito. É justamente em função da universalidade que não se pode admitir proposições como a da “escola sem partido”, pois a universidade é o espaço do contraditório e do pensamento crítico e qualquer raciocínio crítico percebe que o conhecimento, a ciência e a tecnologia, a inovação não são neutras

Continuar lendo E agora? Em defesa da Universidade Pública

UNESP: Mobilização e abaixo-assinado para pagamento imediato do 13º salário dos servidores estatutários

O pagamento do 13º salário dos servidores estatutários da UNESP está atrasado e o Fórum das Seis (F6), composto por  representantes das categorias docentes, técnico-administrativos e discentes das Universidade Estaduais Paulistas e das Fatecs, decidiu realizar uma grande mobilização no próximo dia 22, quando ocorre a reunião extraordinária do Conselho Universitário da UNESP.

Continuar lendo UNESP: Mobilização e abaixo-assinado para pagamento imediato do 13º salário dos servidores estatutários

Associações científicas repudiam ameaça de triagem ideológica na concessão de bolsas de pesquisa pelo MEC

De acordo com nota publicada na edição de 6/1/19 do jornal O Globo por um veterano repórter, o governo Bolsonaro estuda mudanças nos critérios para concessão de bolsas de pesquisa. “Estão sendo estudados no Ministério da Educação [MEC] novos critérios para se conceder bolsas de estudos de pós-graduação e doutorado no exterior. O critério ideológico será eliminatório. Se não passar por este, não avançará para os seguintes”, informou o jornalista Ascânio Seleme, em nota intitulada “Despetização”.

Continuar lendo Associações científicas repudiam ameaça de triagem ideológica na concessão de bolsas de pesquisa pelo MEC

Debate mostra extensão de impactos com a reforma da Previdência

O debate “Reforma da Previdência: quem ganha e quem perde” foi realizado nesta segunda-feira, 17, com o objetivo de provocar reflexões sobre os impactos das propostas de mudanças na Previdência Social que vêm sendo apontadas como prioridade do governo eleito de Jair Bolsonaro (PSL), que toma posse em janeiro.

Continuar lendo Debate mostra extensão de impactos com a reforma da Previdência