Veja a Manifestação Pública feita por professores da USP sobre as declarações do secretário estadual do Meio Ambiente

A USP – Universidade de São Paulo, por meio dos professores, pesquisadores e coordenadores do Plano de Manejo da APA-Várzea do Tietê, vem, na qualidade de citada de forma indevida e inverídica na imprensa e mídia em geral, pelo atual Secretário de Estado do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, o advogado Ricardo Salles, declarar que: – antes de qualquer manifestação de natureza técnica-científica específica sobre os mapas modificados, aguarda o desenrolar do inquérito instaurado pelo Ministério Público de São Paulo. Em tal inquérito o Sr. Secretário é acusado de improbidade administrativa por pressionar funcionários a adulterar de forma fraudulenta alguns mapas. Essas alterações podem favorecer alguns setores da sociedade civil e, simultaneamente, fragilizar os critérios de proteção ambiental definidos nos originais do decreto da APA Várzea do Rio Tietê, entre os quais os remanescentes geomorfológicos e os fragmentos de vegetação nativa.

Acesse aqui o documento na íntegra

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s