NETES e MCTP realizam debate em São José dos Campos, no dia 18

Ciência e Tecnologia Pública: em risco de extinção discute a importância da produção de conhecimento de caráter público, bem como seu compartilhamento, acesso e uso, e os ataques que as instituições públicas de ensino e pesquisa vêm sofrendo e que colocam em risco justamente esse caráter social da Ciência e Tecnologia. O evento acontece no dia 18 de abril, no auditório do Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade Federal de São Paulo (ICT/Unifesp), unidade Parque Tecnológico, em São José dos Campos.

A iniciativa é do Núcleo Educacional de Tecnologia Social e Economia Solidária (NETES), do ICT/Unifesp, e do Movimento pela Ciência e Tecnologia Pública (MCTP), e o tema será debatido sob a perspectiva de três pesquisadores de diferentes áreas. Henrique Parra é professor do curso de Ciências Sociais da Unifesp, coordenador do Pimentalab (Laboratório de Tecnologia, Política e Conhecimento) e se dedica a investigar as dinâmicas de produção colaborativa de conhecimentos (ciência cidadã, ciência aberta) e as novas configurações da política no contexto de crescente mediação das tecnologias digitais de comunicação.

Celso Alexandre Alvear é analista de tecnologia da informação e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde também é pesquisador do Núcleo de Solidariedade Técnica (Soltec/UFRJ) e coordenador de Extensão do Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social (NIDES/CT/UFRJ). Trabalha com Software Livre e Metodologias Participativas.

Rogério Bezerra da Silva, bacharel em Geografia, mestre e doutor em Política Científica e Tecnológica, é pesquisador do GAPI (Grupo de Análise de Políticas de Inovação) do Departamento de Política Científica e Tecnológica (DPCT) da Unicamp. Ele vai abordar o Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação, seus efeitos e aspectos privatizantes do conhecimento. Luciana Ferreira da Silva, docente do curso de bacharelado em Ciência e Tecnologia (BCT) e coordenadora do NETES no ICT/Unifesp, fará a mediação da mesa.

O evento é gratuito e não é necessário fazer inscrição. Quem quiser, também pode acompanhar o debate pela transmissão on line (o link será disponibilizado aqui no blog).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s