Para governo Temer, parceria com setor do agrotóxico para pesquisar abelhas é ‘avanço’

Foto: Reprodução – Hugo Oliveira/Ibama. Estudos realizados em todo o mundo apontam os agrotóxicos como principal causa do desaparecimento de colmeias inteiras, de diversas espécies.

Especialistas ouvidos pela RBA defendem pesquisas públicas e isentas, sem financiamento direto e a influência dos fabricantes de produtos relacionados à mortandade dos insetos que atuam na reprodução vegetal

RBA

O polêmico edital do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para selecionar pesquisadores para cinco linhas de pesquisa envolvendo abelhas e agrotóxicos é a ponta do iceberg do processo que está levando à extinção de diversas espécies desses insetos no país. Por baixo do problema estão a fragilidade da legislação e da fiscalização sobre a “indústria do veneno”, principal causa do sumiço desses animais, fundamentais para a polinização e reprodução de mais de 70% das culturas agrícolas e da flora.

Continuar lendo Para governo Temer, parceria com setor do agrotóxico para pesquisar abelhas é ‘avanço’

Anúncios

Para limpar imagem, indústria do agrotóxico se une ao Ibama em pesquisa com abelhas

Foto: Reprodução – Arquivo/Ibama. Mais do que produzir mel, abelhas são fundamentais na polinização de mais de 70% das culturas agrícolas e de espécimes da flora, desempenhando papel importante na preservação das matas e floresta

Em todo o mundo, colmeias de diferentes espécies de abelhas estão desaparecendo. Para os cientistas, são diversas as causas. Mas os agrotóxicos são a principal. E os transgênicos, produzidos pelas mesmas empresas, começam a ser associados a essa mortandade, que compromete não só a produção de mel como a agricultura como um todo, a preservação das florestas e da biodiversidade. Afinal, as abelhas são fundamentais na polinização de mais de 70% das culturas agrícolas e da flora.

Continuar lendo Para limpar imagem, indústria do agrotóxico se une ao Ibama em pesquisa com abelhas

Pós-graduandos e pesquisadores divulgam carta pública contra cortes do CNPq

Reprodução: site da UNE

A luta contra o desmonte do setor de Ciências promovido pelo governo Temer, e a defesa da educação pública são algumas das reivindicações da Jornada de Lutas

Neste mês de Agosto, mês do Estudante, um quinto das bolsas de iniciação científica foram cortadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
“Considerando o contexto orçamentário atual e a indicação para 2017 de redução do orçamento do CNPq para o próximo ano, foi necessária a adequação da concessão de bolsas da Agência ao novo cenário”, informou em nota o CNPq.

Continuar lendo Pós-graduandos e pesquisadores divulgam carta pública contra cortes do CNPq