Petroleiros denunciam desmonte da Petrobras

Foto: Reprodução/ site Carta Maior

A mídia naturaliza o desmonte; para termos dimensão do seu impacto, é preciso acompanhar a discussão travada por quem fez e faz a Petrobras: trabalhadores

Tatiana Carlotti*, Carta Maior

Principal fórum dos petroleiros, o XVII Congresso Nacional da Federação Única dos Petroleiros (FUP) começa a partir desta quinta-feira (3 de agosto), em Salvador (Bahia). Na pauta, o desmonte da Petrobras e o impacto da privatização de unidades estratégicas da empresa.

Continuar lendo Petroleiros denunciam desmonte da Petrobras

Panfletagem e debate sobre dependência abrem o Seminário do ANDES-SN e MCTP na UFMG

 

Foto: Véronique Hourcade. Mesa de abertura da SBPC Paralela (Gariglio, Rossetto, Kanitz, Macário, Luciana e Arimateia).

O Seminário Universidade e Políticas de C&T: por uma ciência e tecnologia para o povo teve início nesta terça-feira, dia 18 de julho, com uma grande panfletagem pelo campus da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) onde ocorre a reunião anual da SBPC. A atividade marcou o início da proposta de inserir questões fundamentais para discutir, de fato, a ciência que se faz no País e, de maneira em geral, a receptividade ao tema proposto pela SBPC Paralela, uma iniciativa do ANDES-SN em parceria com o MCTP (Movimento pela Ciência e Tecnologia Pública), foi positiva.

Continuar lendo Panfletagem e debate sobre dependência abrem o Seminário do ANDES-SN e MCTP na UFMG

Audiência pública da CTASP sobre a Infraero acontece no dia 13. Sindicado lança Carta Aberta contra a privatização

A audiência pública da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) que estava previamente agendada para o dia 6 de julho de 2017 foi adiada para quinta-feira, dia 13 de julho de 2017, às 14 horas, segundo informações do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina). O debate, proposto pela deputada Erika Kokay (PT-DF) tem como objetivo discutir a ameaça de privatização da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Continuar lendo Audiência pública da CTASP sobre a Infraero acontece no dia 13. Sindicado lança Carta Aberta contra a privatização

STF ignora decisão do Congresso e libera cobrança de pós-graduação nas IES públicas

Reprodução/ site ANDES-SN

Contrariando a Constituição Federal, que prevê a gratuidade da educação pública, corte suprema autoriza que universidades federais, estaduais e municipais cobrem por cursos de pós-graduação lato sensu 

ANDES-SN

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou nesta quarta-feira (26) a cobrança de mensalidades, por universidades públicas, para a realização de cursos de pós-graduação lato sensu. A decisão, referente à um recurso extraordinário da Universidade Federal de Goiás (UFG), contou com 9 votos favoráveis e 1 contrário. Por ter repercussão geral, a decisão tem ‘efeito cascata’ e deve ser seguida pelos demais tribunais da Justiça. Com isso, outros 51 processos semelhantes que tramitavam no STF foram encerrados. A deliberação do STF ainda não se aplica à cursos de pós-graduação stricto sensu, como mestrado e doutorado.

Continuar lendo STF ignora decisão do Congresso e libera cobrança de pós-graduação nas IES públicas

A Lei 13.243, de 11 de janeiro de 2016, Novo Marco Ilegal e Imoral da Ciência, Tecnologia e Inovação

Artigo de Carlos Jorge Rossetto, resultado de sua participação no XIII Seminário Internacional  Nanotecnologia, Sociedade e Meio Ambiente (Seminanosoma) e publicado no livro A governança dos riscos socioambientais da nanotecnologia e o Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Continuar lendo A Lei 13.243, de 11 de janeiro de 2016, Novo Marco Ilegal e Imoral da Ciência, Tecnologia e Inovação

Desmonte dos institutos públicos de pesquisa do Estado de São Paulo: denúncia antiga

Recuperamos uma reportagem das jornalistas Michele da Costa e Natalia Guerrero, publicada na Revista Adusp, em setembro de 2006, com o título Institutos Públicos de Pesquisa sob ameaça.

“Pesquisadores pertencentes aos quadros dos institutos públicos estaduais (IPPs) denunciam processo de desmantelamento, provocado pela queda nos orçamentos e baixos salários que resultam em evasão de profissionais. Além disso, a política do Governo estadual para os IPPs inclui dois fatores de privatização: a criação, em 2000, de uma agência, a Apta, voltada para os “agronegócios”, e a apresentação, em 2005, de um projeto da lei paulista de inovação tecnológica”.

Continuar lendo Desmonte dos institutos públicos de pesquisa do Estado de São Paulo: denúncia antiga

Pesquisadores debatem impacto do novo marco legal de ciência e tecnologia no Estado

Foto: Roberto Navarro

A lei paulista de inovação foi tema da reunião, proposta como uma atividade conjunta da Frente Parlamentar em Defesas das Universidades Públicas no Estado de São Paulo,​ da​ Frente Parlamentar em Defesa dos Institutos de Pesquisa e Fundações Públicas e da Comissão de Ciência, ​Tecnologia, Inovação​ e Informação​, realizada nesta quinta-feira​ (16/03)​ na Assembleia Legislativa.

O evento, além de discutir as adequações feitas na legislação estadual adaptada ao marco nacional de ciência e tecnologia (Lei Federal nº 13.246/2016), teve a finalidade de debater a situação da lei que vigorará no Estado de São Paulo e como as possíveis alterações afetarão tanto a organização do sistema estadual de ciência, tecnologia e inovação quanto a relação com os institutos de pesquisa e universidades.

Continuar lendo Pesquisadores debatem impacto do novo marco legal de ciência e tecnologia no Estado